11

Standing by the wall

Posted by Luana on 10:26
Sai ontem do Crossfit* (plubi post... HAHAHAHAHA... claro que nao!) tarde. De quinta feira eu nunca consigo fazer aula num horario bom, porque o professor eh muito gente boa e todo mundo gosta dele, em oposicao ao outro cara que ta quase todos os dias la. 

Cheguei em casa eram quase 22:00... Isso em terras elficas quer dizer: ruas absolutamente desertas, todos os elfos bonitinhos em suas casas dormindo. 

Fui estacionar o carro no estacionamento aberto que fica ao lado do meu predio. Aqui eh seguro o suficiente pra deixar o seu carro num estacionamento aberto. 

Sai do carro, estava escuro... Um cara esquisitao, de bicicleta, me abordou. Ele parecia bebado, ou drogado, nao sei dizer. Nao estava violento, mas falava estranho demais (ou eh o meu holandes que eh uma bosta). Ele falou "boa noite" eu respondi (eh automatico, ne? Alguem fala "oi", voce responde). Ele foi chegando perto e eu senti que ia dar merda. 

Ele comecou a falar umas coisas que jamais saberei o que eram... E foi chegando perto... 

Prevendo que vinha merda, eu disse, o mais alto que pude (sem parecer desesperada) que eu nao falava holandes, falei isso em holandes fluente, o que agora pensando, foi bem burrice minha... Enfim, eu falei que nao falava holandes, pedi desculpas - isso tudo enquanto andava pra longe dele... 

Dai dei um sorrisinho maroto, me abracei pra mostrar pra ele que eu estava com frio (e de fato, estava 4C e eu estava com as roupas de academia) e sai correndo... Deu pra entender? Pra nao correr dele de medo e, talvez, criar uma reacao dele correr atras de mim, eu corri por motivos de frio... Pra um cara bebado/drogado isso levaria um tempo pra ele processar. 

Meu predio nao tem porteiro. A gente usa uma chave pra entrar no predio... Se ele tivesse corrido atras de mim nao ia dar tempo de abrir e fechar a porta... 

Felizmente, eu entrei no predio, fechei e subi pro meu apartamento. Coracao estava na boca, as pernas tremeram... Se tem uma coisa que eu gosto do meu cerebro eh que ele toma a dianteira em situacoes assim, me salva e so depois surta... 

Maridon estava em casa, contei o que havia acontecido e conseguimos ver o cara la em baixo, vagando... Chegou um carro no mesmo estacionamento, mas era um homem, dai o cara (da bicicleta) foi embora.

Parece uma historia corriqueira pra voce? 

Nao deveria ser...

Sabe aquela pesquisa de opiniao, que mostou que a grande maioria das mulheres prefere encontar com o capeta no meio da noite, do que com um homem? Eu sou uma das que teria respondido que sim... Eu prefiro encontrar com o capeta, do que com um homem...

Porque a gente nunca sabe o que vai acontecer. Se o cara vai apenas desejar boa noite, se vai pular em cima de voce, se vai ter estuprar, se vai te matar, se vai te bater! Eh um sentimento de medo que nos persegue o tempo todo. Eh aquela inseguranca TODA  vez em que eu me encontro sozinha num lugar escuro... 

E voces vejam... Quando um politico fala que uma mulher nao quer empoderamento, mas quer mesmo ser amada, ele esta banalizando um problema TAO serio que eu honestamente nao entendo como esse tipo de discurso nao eh crime. 

Porque eh a banalizacao que faz com a nos, mulheres, soframos com tanto medo, tanta violencia por ai. Aposto que cada menina que esta lendo esse post agora conhece alguem proximo que sofreu algum tipo de abuso. Eu conheco varios casos de estupro, dos mais diversos: a moca que estava sozinha na balada e tinha bebido demais, aquela que sofreu abuso do proprio namorado/marido, a que estava indo pra aula e foi atacada DENTRO do campus da faculdade.... E por MUITO pouco eu nao entrei nessa lista... No caso do cara que entrou na minha casa, ou quando o maluco tentou entrar no meu quarto de hotel.. Um caso foi no Brasil, o outro foi na Franca...   

Pra finalizar, deixo aqui uma musica linda, do David Bowie, cantada pelo Prince... 2016 ta foda!

 

Links para esta postagem |
9

Como os atentados de Bruxelas me afetaram.

Posted by Luana on 19:01 in ,
Esta nos rascunhos desse blog que vos escreve um texto falando sobre os atentados aqui na Belgica. Algumas pessoas me pediram para escrever sobre isso. Outras, se lembraram de mim e vieram ate aqui perguntar se estava tudo bem (coisa mais linda desse mundo essas ligacoes que a gente tem com gente que escreve blog, ne? Nos sentimos intimos da pessoa). Ja se passaram algumas semanas e eu ainda nao estou nada feliz com o meu texto. Eh um assunto muito complicado. Nao eh facil falar sobre isso, porque eu nao sou belga, eu nao cresci aqui, eu nao entendi direito a dinamica dessa gente. Tenho lido muitas coisas, ja tenho aqui uma opiniaozinha em formacao, mas nada que me deixe a vontade de sair por ai divulgando.

Tambem porque o que eu acho que envolve os atentados na Franca e na Belgica (e no Yemmen, e na Tunisia, e na Turquia e no Egito, e na Siria...) eh uma coisa muito maior do que "um grupo malzao-terrorista que quer matar todo mundo, isso nao tem nada a ver comigo, eu jamais faria isso"... Porque eu vejo discursos de odio muito parecidos nas discussoes de politica no Brasil, nos grupos terroristas, nos torcedores de futebol.. Discurso de odio diretamente ligados a falta de empatia... Porque so falta de empatia faz uma pessoa achar que "bandido bom eh bandido morto", ou que "esse pobres ficam tendo filhos pra ter bolsa familia", ou "onde ja se viu cotas, eh muito mimimi essa historia de racismo" ou ainda "imigrantes so trazem problemas"...

Uma coisa que eu vi bastante depois dos atentados de Paris e de Bruxelas foi a quantidade de gente falando: "nossa! Eu ja passei ali, ainda bem que nao fui eu"... Eu entendo porque a gente fala isso, porque logico que entre o proximo e eu, todos (quase todos, sera?) escolhem "eu". Mas eu acho uma coisa muito egoista de se dizer, porque enquanto a minha mae esta muito aliviada que nada aconteceu comigo, existem hoje muitas familias que ainda choram seus entes queridos. Eu nao consigo nao pensar nisso. 

Acho que isso tem me incomodado ha muio tempo. Eh o que me impede de terminar de contar sobre a minha viagem pra Tanzania. Porque so falta de empatia, so puro egoismo humano pra um pais tao lindo, com pessoas tao interessantes e capazes, ser tao pobre... Eh como se uma culpa me corroesse, sabem? De pensar que eu passei dias em frente ao mar, bebendo e comendo do melhor, sendo servida por pessoas que NUNCA terao acesso a nada daquilo - em seu proprio pais! Eh horroroso... 

E... Bom... Eu nao vou entrar nesse assunto agora, porque, como ja disse, eu ainda nao tenho todos os pedacos que acho necessarios pro meu texto...

Mas eu queria contar uma coisa minimamente relacionada ao atentado em Bruxelas que me afetou... Eh coisa idiota, gente, nao esperem nada serio... So que eh um pouco irritante e absurdo, entao tinha que vir pro blog. 

Quem segue esse blog (voces estao ai? Ainda existem leitores de blog?) deve se lembrar na epopeia que foi pra conseguir tirar minha carteira de motorista aqui em Narnia Molhada do Sul... Desde entao, eu sou uma feliz motorista em terras elficas. 

Meu carrinho eh meio velho. Foi comprado usado, pelo maridon, e depois eu fiquei com ele, quando maridon comprou um novo... Depois de 6 anos ele nunca nos deixou na mao, ate o dia 22 de Marco, quando ele deu um erro no computador de bordo e ficou engasgando. Levei-o correndo ao mecanico que sempre levo (pra trocar oleo, essas coisas).

Chegando la, deixei o documento do carro em maos do dono do estabelecimento. Enquanto ele fazia toda a papelada - o carro ficaria por la alguns dias - entrou uma mulher, muito calma, porem seria, pra buscar sei la o que.. Eram umas 08:30 da manha... Ela disse pra todo mundo: "duas bombas explodiram no aeroporto de Bruxelas"... Ela nao disse "AI MEU DEUSSSSSS!!! MINHA NOSSA SENHORAAAAA!!! TA ACABANDO O MUNDOOOOO!!! TAO ATACANDO BRUXELAS!!!", entao demorou um pouco pra todo mundo se ligar no que estava acontecendo... O dono da mecanica ligou o radio e eu, mais uns 5 ou 6 belgas, ficamos ouvindo as noticias, muito chateados e preocupados, todos nos. 

Nessa, o cara terminou de fazer a papelada, me disse que ligaria quando o carro ficasse pronto e tchau.... Eu perguntei sobre o documento do carro e ele disse: "fica aqui comigo, eu devolvo com o carro". Bele, liguei pro maridon, que foi me buscar e vida que segue...

Aquele dia 22 nao foi um dia comum pra ninguem aqui na Belgica... Alguns boatos de bombas, o excercito na rua, medidas de seguranca... A policia mandando as pessoas ficarem em casa, escolas fechando... Nao foi um dia normal pra mim, nao deve ter sido pros caras da mecanica...

Dia seguinte eu liguei pra saber do carro, ele ja estava pronto... Fui ate la busca-lo, mas quem me atendeu foi um rapazinho. Eu paguei, peguei as chaves do carro e perguntei: "cade o documento do carro?" e ele "esta dentro do carro".

Entrei no carro e, como ja estava escuro e tarde, resolvi ir embora...Contudo, todavia, porem, uma vozinha me disse: "procura o documento"... Sabe aquela vozinha que a gente as vezes ignora e depois se ferra? Aquela que fala assim "nao namora esse babaca, fia" e voce vai la e namora? Ou aquela que fala "nao come esse quindim" e voce PAH, come e tem aquela baita diarreia? Entao, eu ja me lasquei tanto por nao ouvir essa vozinha que, no lugar de ir embora, comecei a procurar o documento...Nao estava la... Maridon, que estava no outro carro, veio ver o que estava acontecendo.. Nada do documento.. procuramos e nada... Chamamos o rapazinho e ele tambem procurou (primeiro ele disse "voce deve ser procurado errado")... E nada.. Nao estava la...

Rapazinho ligou pro chefe, que foi quem me atendeu, e o cara disse "eu sempre coloco o documento no carro, tem que estar la".. NAO ESTAVA!!! Dai ele disse que ia procurar no dia seguinte e me ligaria...

Jacare ligou? Nem o cara...

Liguei pra ele na hora do almoco e ele: "eu sempre deixo o documento no carro"

eu - fio, eu ja procurei, meu marido procurou, seu empregado procurou e nao esta la...

tio - eu vou ligar pros meus outros clientes, mas eu tenho certeza que coloquei no carro... Te ligo mais tarde. 

Jacare ligou mais tarde? Nem o tio..

Liguei bufando...

eu - E ai, fio?

tio - liguei pros clientes, nao esta com eles... Mas pensando agora, eu lembro que te dei o documento de volta e voce guardou na sua bolsa.

eu - nao entregou, nao

tio - entreguei sim.... agora lembrei, tenho certeza...

eu - tem certeza, amigao? Primeiro voce tem certeza que estava dentro do carro, depois foi ver com outros clientes e agora a sua certeza mudou pra me culpar? 

tio - olha na sua bolsa, esta la.. TU-TU-TU

Sim, senhorar e senhoras... O tio estava cagando e me deixou falando sozinha...

Liguei bem puta pro maridon, contei tudo pra ele... Ele, que estava num dia bao, resolveu ir ate la, pra descontar em alguem a frustracao de alguma coisa relacionada ao trabalho (nao aconselho... hahaha... ). Dali algum tempo ele me ligou: "o cara ta falando que voce que perdeu".

Meu amigo, se tem uma coisa que mata de odio eh gente que faz merda e nao assume. Se o cara tivesse dito: "nossa, nao estamos achando, vamos ter que pedir um documento novo, me desculpe" a vida seguia, porque erros cometemos todos... Agora, a criatura insistir que a errada sou eu?

Liguei pro cara... E nessas horas o holandes enrola com o ingles, que xinga em portugues... A minha furia era tanta que o cara disse: "moca, fica calma, eu vou pagar por qualquer custo relacionado, vou ligar na policia e ver o que precisa ser feito, dai te retorno a ligacao"

JACARE LIGOU?????????

Mano... Olha... Eh horrivel dizer que, enquanto a maioria das pessoas por aqui estavam preocupadas com os atentados, eu estava querendo explodir a cara daquele tio no tapa. 

Liguei pro cara DE NOVO e ele: "tem que levar o carro na policia, fazer um BO e pedir um documento novo no DETRAN*, eu vou pagar, mas eh voce quem tem que levar o carro la, porque ele eh seu".

Feliz e saltitante, fui ate a delegacia fazer um BO. Chegando la o policial perguntou o que tinha acontecido e quando comecei a contar a historia ele: "ahhh... Voce eh a cliente do mecanico X?" (cidade pequena, com poucos problemas) "ele me ligou aqui, dizendo que voce perdeu o documento e precisava de um novo..."

So nao bati na cara do policial, porque quando eu bufei que tinha sido o mecanico, nao eu, ele apenas deu de ombros e escreveu a minha versao no BO... EIKE ODIO!!!

Depois de pegar o BO ainda tivemos que levar tudo pra nossa seguradora e fazer o pedido, desde entao, o documento novo AINDA nao chegou e eu estou dirigindo por ai com um atestado da policia. Sao tempos otimos pra sair por ai sem documento, ne?

Agora... RUFEM OS TAMBORES!!!

Chegando em casa hoje... O que tinha na minha caixa de correio?

ACERTOU QUEM DISSE O DOCUMENTO DO MEU CARRO!!!

Enviado por quem? Pelo mecanico... Aquele senhor que tinha CERTEZA que eu que tinha perdido...

Veio algum pedido de desculpas na carta? Nao!

Esta pra nascer o belga que vai assumir a responsabilidade por alguma cagada e se desculpar...

FIM  

Links para esta postagem |
Web Analytics

Copyright © 2009 Hunfs All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.